Moda praia e orquestra na passarela, só mesmo Lenny Niemeyer para surpreender a plateia em sua estreia na São Paulo Fashion Week. Lembrando antigos carnavais, ela reviveu o malandro com a maior elegância e desenhou naipes nos maiôs estilizando pierrôs. 

Da estética apurada do povo Ashaninka, habitante da Floresta Amazônica, na Osklen, à arte de Roy Litchenstein na Sacada, o verão 2016 explodiu em cores, grafismos e texturas na passarela da São Paulo Fashion Week.

George Sand, Chopin e Anitta têm algo em comum: Reinaldo Lourenço. O estilista brincou com o masculino e o feminino desconstruindo o smoking. Na passarela, uma George Sand contemporânea. Na plateia uma nova Anitta. Herchcovitch se inspirou nas caçadoras de pérolas e fez vestidos de espuma do mar. 

Iggy Pop, pai do punk rock, destruiu um óculos gigante para lançar a coleção Punk Glam com cristais Swarovski. Deborah Secco e Rodrigo Lombardi se beijaram na fila A da Cavalera gravando em pleno desfile a próxima novela das 23 h da TV Globo, "Vidas Secretas". Enquanto Gianecchini, Celina Locks, namorada de Ronaldo Fenômeno, e Yasmin Brunet desfilavam ao som do ritual de purificação da tribo Mutum. Bem-vindos ao verão 2016 da São Paulo Fashion Week.

Gisele Bundchen se despede da passarela desfilando para a Colcci. No pit, fotógrafos do mundo inteiro registram o momento.

Segunda-feira, dia 13, começa a São Paulo Fashion Week no Parque Cândido Portinari lançando o verão 2016 de 36 marcas. A maior semana de moda do país está na sua 39ª edição e reunirá um time de peso. Entre as grifes, algumas estreias cariocas como Lenny, Isabela Capeto e Salinas que migraram devido ao cancelamento do Fashion Rio. E quais são as inspirações dessa temporada? Cultura brasileira, geometria, anos 60 e 70, Amazônia, entre outras. 

Receba nossa Newsletter!

 
amandas_heloisa_marra3.png