Heloisa Marra
: Heloisa Marra

Na nova loja de Bianca Gibbon do Shoppping da Gávea, um sofá Chesterfield convida a cliente a ir além do consumo. "As pessoas vivem hoje de maneira muito rápida. Por isso o sofá", explica Bianca, que há oito anos vem criando uma feminilidade colorida, fluida e sensual em suas coleções. Num vestido de renda azul, sua cor preferida, Bianca personifica o estilo da marca, que só vem crescendo nos últimos anos. O presente de fim de ano para as clientes é uma linha cápsula de festa, "Party Time", com vestidos de tirar o fôlego. 


bianca

História de mãe e filha

A marca Bianca Gibbon tem uma história de mãe e filha. Bianca começou num atelier na Dias Ferreira em 2007 fazendo roupas infantis. Descobriu o nicho de criar looks coordenados para mãe e filha e foi conquistando clientes como a modelo Georgia Wortmann, que acabou posando para várias campanhas suas.

maefilha

Bianca e a mãe, Teresa Gibbon, unidas, são responsáveis pelo sucesso de um estilo construído com muito trabalho. Teresa tem 20 anos de experiência na moda na Corpo & Alma e Bianca trouxe da arquitetura uma forma de desenvolver cada coleção como um projeto. 

"Minha mãe sempre teve um olhar muito apurado para moda. Só que mais descontraído. Ela se veste de maneira mais atual do que eu. Nessa sociedade, a parte mais jovial é dela", observa Bianca, que recentemente comprovou o DNA criativo das mulheres da família quando sua filha mais velha, Duda, fez questão de desenhar o próprio vestido de debutante.

biancaloja

"Quem confeccionou o modelo foi Regina Martins, porque eu queria uma acabamento de alta costura. Estou pensando em fazer para a próxima coleção um vestido em parceria com a Regina", conta Bianca, que criou e produziu os vestidos usados pelas damas de Duda. Em delicados florais, os longos tinham uma sobre-saia, que depois da valsa, podia ser retirada revelando uma charmosa saia mais curta por baixo.
festa
vestidos

Rendas, franjas e brilho na coleção Festa

Renda, lurex, franjas e brilho fazem dos vestidos de “Party Time” objetos de desejo deste fim de ano. A campanha, fotografada por Romulo Soares, teve o styling de Felipe Dornelles. Para o verão, as peças da coleção Costa Verde são ilustradas por gráficos sargentinhos, aqueles simpáticos peixes listradinhos mais encontrados no mar de Angra, mergulhadoras, cartas náuticas e pelas Ilhas Botinas. 
Verde e azul, tie-dye, flores tropicais, laranjas, amarelos e rosas alegram os looks com direito a delicadas margaridas, flor da estação.
costaverde

Verão azul como o mar de Angra

"
Essa coleção teve muito da minha infância. Eu passava os fins de semana em Angra mergulhando de snorkel com os primos. Íamos sempre às Ilhas Botinas. Minha mãe quis fazer um paisley mais clássico para compor. As estampas são todas exclusivas. O crochê e o branco dão a cara da praia no verão", explica Bianca, que adora os longos e a fluidez e desenvolveu também uma linha de calças jeans.

A marca não repete prints

A marca faz séries limitadas de cada look e não repete prints. "Cada coleção tem uma história e sua própria trilha sonora, que damos de presente às clientes", diz Bianca, que convidou o músico Jorge Israel para o último lançamento no Hotel Fasano e não abre mão da DJ Scarlet. Na loja,
com projeto de Cristina Portella e Sergio Lousada, as peças de decoração também estão à venda. 

avó

Ícones de elegância de Bianca: Anne Hathaway, Costanza Pascolato, Inès de la Fressange e a avó, Marita Gibbon, embaixatriz, mulher chique que ensinou tudo à neta. "Meu avô, Modestino Deloy Gibbon, serviu em Milão. Ela era elegante, clássica e me ensinou muito a receber. Desde pequena, sentava comigo e com meu irmão à mesa para mostrar como usar os talheres, como falar e como se comportar", conta Bianca, que além de craque no design é uma anfitriã impecável.


Receba nossa Newsletter!

 
amandas_heloisa_marra5.png