Heloisa Marra
: Heloisa Marra

O feminismo continua mais fashion do que nunca. Muito além da declaração de Lady Gaga dizendo que venceu apesar de um ex-namorado colocá-la para baixo, temos o feminismo lírico de Tomaso Binga com seu alfabeto, onde o corpo da mulher toma a forma de cada letra. As imagens deram força ao cenário do desfile do inverno 2019 da Dior no Museu Rodin em Paris.

 dior

Firme em sua militância, Maria Grazia Chiuri convidou Tomaso Binga para ler um poema no desfile e nas camisetas usou a frase "Sisterhood is Global" do livro de outra ativista, Robin Morgan. A antologia de Morgan foi lançada em 1984 reunindo ensaios de feministas de mais de 80 países.

tomaso

Tomaso Binga, pseudônimo de Bianca Pucciarelli Menna, começou a ser conhecida nos anos 60 e 70. Adotou o nome masculino como uma ironia e uma crítica ao privilégio masculino no campo da arte. Detalhe: ela era casada com o crítico de arte Filiberto Menna, que segundo Binga, sempre acompanhou de perto e com interesse suas performances.

tomasobianca

A mulher nua assumindo a forma de cada letra no alfabeto (vejam a foto da obra original acima) que surpreendeu no cenário da Dior é Tomaso. Ela faz da performance e da palavra ferramentas de sua arte em defesa do feminismo.

 


Receba nossa Newsletter!

 
amandas_heloisa_marra4.png