: Carol Salsa

Você já ouviu falar de "slow fashion"? Muito mais do que ser o oposto de "fast fashion", é um termo que representa uma forma de pensar e consumir diferente, chamando atenção tanto dos criadores como dos consumidores para uma moda que tenha mais responsabilidade social, ambiental e ética. Impressão 3D, reaproveitamento de tecidos, fios que combatem a celulite. Tudo já está acontecendo. Conheça o que duas marcas estão criando. 

Algumas marcas saem na frente combinando moda, tecnologia e sustentabilidade. Esqueça as ideias futurísticas fora da nossa realidade! É tudo resultado de muita pesquisa e criatividade!

IMG 0386 640

 

A marca curitibana Noiga é a primeira no Brasil com foco em acessórios feitos por impressão 3D. São brincos, anéis, colares e até bolsas confeccionadas em pó de náilon, que passam por um processo de lasers enrijecendo camada por camada até formar o produto. Esse tipo de impressão permite construir um acessório com todas suas peças já encaixadas! É um processo inteligente, que evita excessos e desperdícios, produzindo sob demanda. Na foto, Noiga Bag Ret (R$ 848,00), Anel Estrutura (R$ 156,80), Anéis Cubo Pequeno (R$ 128,80) e Colar/Corrente de óculos Malha (R$348,80).

 

calca c

 

A Reptilia inova a moda com seus tecidos tecnológicos, como o da Calça C, produzida com fio Emana, que absorve o calor do corpo e o devolve sob a forma de raios infravermelhos. Esses raios estimulam a microcirculação sanguínea, evitando a tão temida celulite e os processos inflamatórios! O fio foi lançado num desfile de Alexandre Herchcovitch no Museu de Arte Moderna em 2013.

As peças da Reptilia têm design atemporal, o que é super importante quando se trata de slow fashion, pois quer dizer que a roupa não depende de tendências ou estações e por isso pode ser usada por muito mais tempo, evitando o descarte e compras desnecessárias! A Calça C custa R$ 388,00.


Receba nossa Newsletter!

 
amandas_heloisa_marra2.png