Em dúvida sobre o que criar? Vamos aprender mais

Muitas vezes um talento nato não basta. E se você está em dúvida sobre a qualidade ou a eficiência do que está criando, falta alguma coisa aí.

Alexander McQueen tinha tanta habilidade na alfaiataria que depois de aprender com os alfaiates de Savile Row, em Londres, conseguiu muito jovem trabalhar com o estilista italiano Romeo Gigli, o craque da época. Poderia ter ficado ali mas não. Sabe o que ele fez?

mcqueenformaturadentroTrocou essa posição por estudar mais na Central Saint Martins College of Art and Design. Na escola, ele descobriu como aperfeiçoar seu método de criação colocando em prática o que aprendeu. Sua coleção de formatura se chamou "Jack, o estripador, persegue suas vítimas".

O designer John McKitterick, que empregou Alexander na marca Read or Dead acompanhou de perto a transformação de McQueen ao longo dos anos na St. Martins. "Ele ganhou uma nova confiança e realmente se transformou. Começou a ser capaz de falar sobre o que acontecia no mundo e na moda", observou McKitterick.

Alexander McQueen sabia que tinha mais talento do que a maioria dos alunos na escola mas mesmo assim aprofundou sua formação com muita sede de aprender. Sua paixão por capas e casacos cresceu ao estudar a moda da era vitoriana.

casacoSe você quer ter mais confiança no que está fazendo, criando ou divulgando como profissional de moda, vem conhecer a minha série Mapas de Estilo das Décadas. Nela você vai ter 100 anos de moda em 10 meses e nas oficinas inspiracionais, uma para cada década, colocará em prática a sua cultura de moda com mais segurança.