×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1493

Jason Wu Intro

Dois estilistas acabam de entrar para a história, com direito a ter suas criações expostas no Arquivo Nacional Americano: Jason Wu e Thom Browne, responsáveis pelos trajes do baile de gala e da cerimônia de posse, respectivamente. Os dois vestiram a primeira-dama Michelle Obama e chamaram a atenção da mídia mundial com seus modelos.

Jason Wu: duas madrinhas poderosas, Michelle e Anna Wintour

Durante o Inauguration Ball de ontem, Jason Wu pôde repetir a alegria de 2009. Há quatro anos o estilista estava em casa, comendo uma pizza com os amigos e vendo TV quando se deparou com a primeira-dama usando um de seus modelos. Entre as mais diversas ofertas de vestidos de gala, Michelle Obama havia preferido uma criação dele: um vestido branco, de um ombro só, confeccionado em chiffon e cristais Swarovski. Aos 26 anos, o estilista não poderia estar mais feliz. Da noite para o dia – literalmente – ele se tornou um dos nomes mais comentados do mundo da moda.

michelle dois vestidos

O escolhido de 2013 foi um modelo vermelho, também de chiffon, com aplicações de veludo, que como sempre será doado para a Smithsoniam Institution. Ao lado de modelos criados por Emeric Parthos, Ethel Franhou e Diana Vreeland para Jackie Kennedy em 1961, e Oscar de La Renta para Hillary Clinton (1991) e Laura Bush (2001), Jason Wu vai entrar para a história.

Jason aparece no documentário 'Vogue, a edição de setembro'

Nada mal para um jovem nascido em Taipei, Taiwan, que começou a se interessar por moda desenhando roupa para bonecas. Aos nove anos, Wu se mudou para Vancouver e ali deixou seu talento florescer. Estudou na Parson The School for Design – uma das escolas mais conceituadas nos Estados Unidos -, estagiou com Narciso Rodriguez e, em 2006, lançou sua própria coleção, que atraiu a atenção de Anna Wintour, editora chefe da Vogue. Em sua longa lista de clientes figuram celebridades como Leighton Meester, January Jones e Ivanka Trump, fãs de suas linhas clássicas, cores vibrantes e estilo ladylike.

Apenas três anos depois ele vestiria a primeira-dama. “Parece um sonho, mas ainda melhor. Jamais sonharia que ela pudesse realmente usar o vestido”, contou ao Fashion Telegraph. Com isso, Michelle mostra não só que aprecia novos talentos, mas também que faz questão de apoiar os estilistas orientais. Com o crescimento da economia chinesa, pode ser uma estratégia muito eficiente.

Thom Browne: inspiração masculina para a primeira-dama

Durante a posse do presidente Obama os olhares do público se dividiam entre ele e Michelle. Ou melhor, para o traje escolhido pela primeira-dama: um conjunto de casaco de mangas compridas e vestido na altura do joelho, com uma padronagem discreta em azul marinho. A criação do estilista norte-americano Thom Browne, foi inspirada nas gravatas de seda masculina, e pode ser considerada a marca registrada das primeiras-damas. Em 1961, Jackie Kennedy sou um modelo parecido, criado por Oleg Cassini.

montagem3

Ainda desconhecido do grande público, Browne é famoso por revolucionar a moda masculina. Foi ele o responsável por criar modelagens mais justas em ternos e também pelas calças mais curtas (mostrando a canela) que virou febre entre os nova-iorquinos mais modernos.

Formado em economia pela Universidade de Notre Dame, seu primeiro emprego foi como vendedor do showroom de Giorgio Armani. De lá, saiu para integrar a equipe da Club Monaco, marca do grupo Ralph Lauren, onde ficou por anos. Criar sua própria marca seria então o próximo passo natural. Sua primeira linha feminina foi lançada há dois anos apenas, mas já uma das grandes promessas da moda. Confira os preferidos no Ego.

 

 


 
amandas_heloisa_marra5.png