×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1364

foto

 Decoração foi a tônica do segundo dia do Fashion Rio. Excesso de estampas, texturas elaboradas e muitos grafismos cobriram as coleções. Foi um dia de duas estreias: a Iódice e a Maria Filó. Curta, fendada, cheia de decotes, a mulher do próximo verão vem com tudo para seduzir. Veja as novidades. 

 

Coven.combo640

Insetos e expertise em tricô na Coven

Partindo de insetos como inspiração, a estilista Liliane Rebehy da Coven mostrou sua expertise em trabalhar com tricô inovando na forma de utilizar os fios e maquinários disponíveis. A transparência das asas dos insetos foram o pontapé para a busca de uma matéria-prima que desse aquele efeito. O resultado foram saias e vestidos rodados, longos ou midi, que tinham uma transparência opaca e foram com certeza o ponto alto do desfile.

O mais interessante, entretanto, é saber que a peça sai inteira da máquina de tricô. Nem as rendinhas, que desciam pelas saias foram aplicadas. "A novidade é a construção da peça, modelada na própria tecelagem. Sai da máquina assim! Usamos um fio chamado celofane. Fomos testando e fazendo experimentos até chegar nessa forma", explica a estilista. Outra novidade são as camisas de seda com estampas de insetos usadas para compor os looks. Segundo Liliane, essa é a primeira vez que a marca sede espaço na coleção para outra matéria-prima.

  

Montagem Iódice

 Iódice: a cidade muda, o estilo não

Na estreia do Fashion Rio, a Iódice marcou encontro com Lolita, de Vladimir Nabokov, e Susan, de "Procura-se Susan desesperadamente" (1985). Duas personagens difíceis de se imaginar juntas e que foram representadas na sensualidade da roupa, segundo Valdemar Iódice. "Essa união fica claro em algumas peças, graças às fendas, que fazem um jogo de 'mostra e esconde'", contou Valdemar, que ainda revelou ter pensando dar o foco somente numa delas mas desistiu: "Por que teria de abolir uma?!". A coleção, toda em couro fake, seda e jérsei, tinha modelagem mais seca mas leve. O couro foi trabalhado através de bordados e cortes a laser sob a forma de folhas. A mulher sexy e bem feminina, da Iódice, apostará nos decotes em V, no próximo verão. Na cartela de cor, o rosê (também em zíper), off-white, verde maçã e preto para finalizar a coleção. 

 

Combo.EF 

Espaço Fashion leva a estética da favela para a passarela

A quebra de fronteiras entre a favela e o asfalto foi o ponto de partida para a coleção verão 2014 da Espaço Fashion, que fechou o segundo dia de desfiles embalada por uma trilha de Hip Hop. A (des)organização dos barracos nas comunidades deu origem ao patchwork de cubos - costurados um a um - e, a partir daí, à diversas estampas com variações desse tema, em diferentes escalas e cores. Das favelas veio também a estética do grafite, que apareceu tanto em silks em t-shirts com detalhes em foil, como em bordados. O mix de padronagens animais em couro representavam a selva da cidade e a guerra de tribos. A silhueta ganhou informação da estética esportiva, e uma vibe de gueto dos anos 80. A manipulação mais inusitada de material é o tecido cortado a laser em pequenos losangos - acredite, é moletom!

 

Sem título

Maria Filó e as flores rituais da Tailândia
Flores em tecido parecendo reais, jacquards preciosos, acessórios dourados e metalizados desfilaram na Maria Filó, que estreou apostando numa silhueta curta, feita de shorts e túnicas, com direito a fendas estratégicas. Até o paetê foi dobrado em pétalas para seguir o tema. É uma coleção para ver bem de perto, deslumbrante no trabalho dos tecidos, bordados em pequenas pérolas e flores.

apoena mont

De volta à infância com a Apoena... 

 A Apoena retornou ao Fashion Rio homenageando Maurício de Souza, que estava presente com a Mônica e a Magali, e elegeu a peça preferida da coleção: um colete com estampa de sanção. "Não é maravilhoso?!", afirmou. O tema da coleção surgiu após Kátia Ferreira consultar Walter Rodrigues e descobrir que o cartoon é uma das grandes apostas da moda. "Ele fez um trabalho de pesquisa e percebeu que é uma tendência forte. Eu quis, então, trabalhar com o melhor dos quadrinhos no Brasil, o Maurício de Souza. E foi um plus, estar comemorando os 50 anos da Turma da Mônica", contou.

Foram necessárias apenas três semanas para se fazer a parceria entre as duas marcas. Na passarela, roupas de modelagem simples e plana (para todos os tipos de corpos), alfaiataria e roupa mais justa para eles. Na cartela de cor, as cores das roupas da turma que todos conhecemos desde pequenos e as estampas os desenhos de Maurício de Souza e equipe. Na beleza de Ricardo dos Anjos, inspiração nos anos 60, rosto fresh de boneca.

 


 
amandas_heloisa_marra5.png