×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1364

Desfile Salinas 109

Fred Astaire, Fred Astaire, sapateia na latinha! Funk na trilha sonora da Coca-Cola Clothing, Roberto Carlos e Gal Costa tocados pelas bandas Os Outros e Beligerantes na Reserva esquentaram a passarela do Fashion Rio. O verão 2014 promete ser usável, gostoso e bem estampado. Peixes nadaram em fundo branco na coleção de Nica Kessler, bolas, listras, flores e limões coloriram a Salinas, cartões postais surgiram na Coca-Cola Clothing. Bruna Marquezine mostrou belas pernas e a Reserva encerrou com chave de ouro apresentando suas roupas reais no bonde animado que saiu da sala de desfile e tomou conta do evento. Confiram.

 

 

 combo.Nica

As sereias de Nica Kessler
A inspiração para a coleção de verão 2014 de Nica Kessler veio do fundo do mar. "Verão sempre lembra água, rio, mar, e quando estava pesquisando vi umas fotos lindas de peixes, fiquei imaginando estampas", disse ela no camarim antes do desfile. As estampas foram desenvolvidas pelo artista plástico Gabriel Castro e vieram tanto figurativas - com peixões ou peixinhos - como abstratas, a partir da imagem de escamas ampliadas.
 
Tiras das sandálias imitando pele de bagre

Já a modelagem flertou com partes do corpo à mostra em vestidos com recortes nas laterais, blusas cropped, peças feitas em guipure sem forro e transparências. A família mais forte foi a que abriu o desfile, sobrepondo a estampa de cardume em organza ao guipure. Do mar vieram também um look com hot pants, e outro total em neoprene estampado. Vestidos justos de algodão, fáceis de usar, bermudas ciclista com casaquetos, ou longos fluidos estampados. As sandálias do desfile eram de couro imitando pele de bagre, e os acessórios, feitos em parceria com a marca Brir, traziam penduricalhos tipo caramujos, madrepérolas, coral e conchas.
 

 

combo.Herch

Para sua marca jeanswear, o estilista Alexandre Herchcovitch se inspirou nos trabalhadores das minas de carvão e petróleo e trabalhadores do campo do Oeste norte-americano saídos da série de fotos "The American West", clicada por Richard Avedon nos anos 1970-80. Sua releitura, entretanto, ganhou toques de anos 1950. O macacão, ou melhor, a desconstrução dele, amarrou todo o desfile. Os bolsos, alças e detalhes do uniforme do operário padrão foram deslocados para jaquetas, camisetas, e vestidos curtos e longos, em diversos materiais e tipos de acabamento.
 
Os últimos looks traziam elementos do macacão transpostos para vestidos em chiffon de seda com detalhes em couro. Dos anos 1950 saíram calças de cintura alta, bustiês e o imbatível lencinho na cabeça das meninas. Dentre os materiais mais interessantes estavam o denim marrom com tratamento de jato de pigmento preto, e o couro mestiço com tratamento de queima. A rudeza utilitária do jeans foi quebrada por peças em denim amarelo fluor, pela leveza do chiffon  e por uma família floral, tudo no jeito descolado Herchcovitch de ser.

O beach chic da Salinas

Poás, listras, estampas de coqueiros, limões sicilianos e flores deram o ar da graça na Salinas que caprichou nos maiôs inteiros com cara de bodies e nos decotes audaciosos. Paisagens impressas como fotogramas surgiram nos maiôs e biquínis. Destaque para as sainhas com cintos largos da coleção Bossa, que já virou objeto de desejo. A Salinas sofisticou o pós praia usando palha de seda na camisaria usada com calças capri ou hot pants.

Salinas
 
Aposta certa da Coca-Cola Clothing
 
Bruna Marquezine foi a escolha da Coca-Cola Clothing para o desfile por representar o público-alvo da marca. "Ela é jovem, descolada, sensual e ainda tem um jeito meio moleca", contou a estilista Thais Rossiter. A atriz estava animadíssima para desfilar na Coca-Cola Clothing e, prometeu, que faria diferente do desfile da semana anterior quando parou para ajeitar a sandália. "Adoro a marca e estou muito feliz, espero fazer bonito". Dito e feito.
 
Montagem Coca
 
Na passarela, roupas justas inspiradas no look surfista e algumas mais soltas em jeans desfiados trabalhados no deep-dye, linho, neoprene e, até couro com corte a laser. Cores vivas, como o vermelho, verde água, pink, amarelo e azul estiveram por toda a coleção. No final, a plateia vibrou com Bruna e o som do funk.
 
O show é da Reserva e ninguém tasca
 
Montagem Reserva
 
Backstage fechado para que ninguém pudesse ter pistas do que seria o desfile de Rony Meisler e sua turma. O show começa com um pierrot na boca de cena e uma "mini performance" ao som da música Baby na voz de Gal Costa. Ele sai e entram os modelos com uma estrutura de metal presa às costas, espécie de arara individual, onde levam fantasias. De palhaço passando pelo super heróis até Chaves e Fred Flinstone. Mensagem: o homem real correndo inutilmente atrás de sua fantasia. Proposta da marca: roupas reais para pessoas reais. 
 
Na coleção, roupas mais justas, bermudas (acima do joelho) e camisas com listras, ternos e muito jeans com recortes e lavagens, do white ao black. Ao som das bandas Os Outros e Beligerantes, tocando músicas de Roberto Carlos, o desfile colocou toda sala de desfile de pé e continuou com o show pelo corredor da Marina da Glória, dessa vez, com muito samba e os modelos como puxadores. 
 

 

 


 
amandas_heloisa_marra3.png