×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1319

A bolsa fetiche de Rogério Lima, a liberdade dos Beatniks em Lucas Magalhães, Isabeli Fontana coberta de brilho em Fabiana Milazzo, os minerais fotografados por Marcilio Gazzinelli no charmoso despojamento da Plural e o glam appeal em Mabel Magalhães. O verão 2016 do Minas Trend desfila entre o minimalismo e a riqueza de materiais.


Rogério Lima abriu o último dia de desfiles com bolsas encorpadas e maiores num desfile com styling impecável. Silhueta minimalista branca em contraste com modelos que foram da maxi carteira ao design em couro marrom de alças curtas.

 rogerio-1rogerio-2

Por que os Beatniks? "Escolhi o tema pela vontade de ser livre, de buscar coisas novas e de ver o mundo. Uma vontade de vanguarda, de entender como era ser hippie e ao mesmo tempo experimentar o simples e o artesanal", conta Lucas, no backstage de seu desfile, que teve como convidada de honra Elke Maravilha, com quem Lucas fez a campanha da coleção passada.

Um trabalho brasileiro sem clichê

O estilista explora todas as possibilidades de textura e estampa, traduzindo tye dye, cestaria e tapeçaria para tecidos em print digital. "Nesses 15 anos que estou no mercado, tudo evoluiu muito. Dá vontade de usar todos os recursos e efeitos", afirma Lucas, que também deu à coleção um clima de tapeçaria chinesa e de mundo. Ele conta que seu trabalho está sendo muito bem aceito fora do Brasil. "Tem referências brasileiras mas não é clichê", observa.

Pela primeira vez Lucas aposta nos curtos. "As formas estão mais secas e quadradas, permitindo a mistura de estampas. Como a peça é pequena não vira um trambolho", explica Lucas, que atualmente faz parte do grupo Nohda e está transferindo sua produção para São Paulo.

luvcas-1


lucas-2

 

Elke Maravilha: 'minha época é agora'

Estrela no backstage do desfile de Lucas, Elke Maravilha escancarou o sorriso e, rápida no gatilho, respondeu às perguntas. Quando um repórter se referiu aos anos 70 como sendo sua época, disse: "minha época é agora". 

back lucas

 

Isabeli Fontana abriu o desfile  de  Fabiana Milazzo, que viajou ao Tibet com a coleçã Namastê. Conhecida por criar vestidos-joias, minuciosamente bordados, Fabiana tem entre suas clientes de Claudia Leitte a Marina Ruy Barbosa. Mandalas bordadas, transparências e o couro (trabalhado pela primeira vez pela estilista) desfilaram na passarela em clima zen. Isabeli usou um vestido todo vazado em couro e bordado com decote vertiginoso. Os cabelos super naturais e soltos completaram uma beleza sem muitos artifícios com ênfase nos olhos.

fabi-1

fabi-2

 plural-1

A inspiração de Gláucia Fróes na Plural foi a fotografia de Marcilio Gazzinelli. "Marcílio era geólogo e começou a fotografar minerais. Com suas fotos industriais e geográficas feitas do ponto de vista aéreo, ele revela padrões menos perceptíveis ao nível do chão", conta Gláucia, mostrando, empolgada, uma das estampas, baseada na foto aérea de uma mineradora, que revela uma incrível mistura de cores naturais.

Jeans e prata, ponto alto da Plural

Os tons terrosos como areia, tijolo, mostarda e marsala foram o fio condutor do verão 2016, que vai libertar o corpo em formas soltas, confortáveis e tecidos como a viscose com poliamida, que dão um toque geladinho. "Entramos no jeans, lavamos o moletom jeans, que tem um cheiro gostoso de lavanderia. E misturamos o azul com o prata na pantalona cropped em tecido tecnológico", conta Gláucia, que vende na Dona Coisa, no Rio de Janeiro.

plural-2

back plural

O glam appeal de Mabel Magalhães encerrou a noite homenageando Sophia Loren, Brigitte Bardot e Anita Ekberg. Com acessórios de Claudia Arbex, o verão 2016 da marca moldou uma silhueta extremamente feminina em cinturas marcadas, laços, corselets destacando o busto e estampas de rosas. Verde neon, azul Klein e tons pastéis coloriram uma feminilidade suave modernizando a proposta fifty da estilista.

mabel-1

 mabel-2

luiza
Fotos: Agência Fotosite


 
amandas_heloisa_marra3.png