A duquesa que inspirou Galliano

Heloisa Marra
: Heloisa Marra

Toda coleção tem sua musa. E se você tem sede de cultura de moda, temperada com história e muito estilo, precisa conhecer Gladys Marie Deacon, inspiração para John Galliano na coleção da Maison Margiela Artisanal. Uma das mulheres mais bonitas do início do século XX, Gladys Marie Deacon, Duquesa de Marlborough, teve sua história contada no livro, The Sphinx: the life of Gladys Deacon (a esfinge: a vida de Gladys Deacon), de Hugo Vickers, publicado esse ano.

gladysdentroGladys poderia muito bem ter saído de um romance de Henry James. Seus pais, Edward e Florence Deacon, americanos milionários, viviam viajando pela Europa na dolce vita do jet set internacional. Até que em 1892 Edward matou o amante de Florence, escondido atrás do sofá. O caso foi acompanhado pelo próprio Henry James. Mister Deacon ficou apenas quatro meses preso, recuperou a custódia de três das quatro filhas, retornando com elas para os Estados Unidos.

Cabelos dourados, olhar turquesa, Gladys, a mais velha, já impressionava os homens. Ao contrário de muitas meninas ricas da época, tinha vontade de aprender. Queria ser professora e estudou matemática, latim e várias línguas. Chegou a ser fluente em sete. Aos 14 anos, ao ler sobre o noivado do Duque de Marlborough com Consuelo Vanderbilt, ficou obcecada pelo duque.
gladyscaes

Em 1901, com a morte do pai, que deixou US$ 200 mil para cada filha, ela fez sua estreia na alta sociedade europeia. Tornou-se musa dos portraits de Giovanni Boldini, virou a cabeça do príncipe herdeiro da Prússia e impressionou Marcel Proust. Recusou inúmeros pretendentes e não sossegou até tornar-se amante e finalmente se casar com o Duque de Marlborough depois de um affair de 15 anos. O casamento aconteceu em Paris em 1921.

Gladys tinha 40 anos na ocasião. E de repente se viu castelã do Palácio de Blenheim (a segunda maior casa aristocrática da Inglaterra) com 80 criados e, segundo ela própria "nenhum banheiro decente em todo o palácio". O príncipe encantado virou sapo. No final do casamento _ divorciou-se em 1933 _ ela chegou a manter um revólver por perto para impedir que ele entrasse no quarto.
noiva
A obsessão pela aparência fez com que a duquesa, aos 22 anos, para corrigir um defeito imperceptível no nariz, injetasse cera de parafina. A intervenção foi um desastre com a substância escorrendo para o resto do rosto. Depois do divórcio, Gladys viveu muitos anos no campo, em Chacombe, dedicando-se à jardinagem, à leitura e aos cachorros. Morreu dormindo em 1977, aos 96 anos.

Obsessão pela beleza, personalidade, inteligência e uma história de elegância com decadência atraíram John Galliano para essa figura feminina. O estilista e sua equipe não só pesquisaram mas souberam traduzir esse espírito feminino para os dias de hoje.