O que aprendi com a garota Gucci

Heloisa Marra
: Heloisa Marra

Cultura de moda é muito mais do que história da moda, aquele conteúdo acadêmico ensinado nas faculdades. É algo vivo, que flui no dia a dia tão rápido que às vezes passa despercebido. É importante aprender com a experiência, como aconteceu várias vezes comigo. Num dia quente de Janeiro do ano 2000...

carinedentroNesse dia tive uma aula prática de cultura de moda com Carine Roitfeld, já um ícone fashion pelo styling na criação da garota Gucci em meados dos anos 90 junto com Tom Ford, diretor criativo da marca, e o fotógrafo Mario Testino.

Com Carine, eu e o fotógrafo Daniel Klajmik entramos no clima do que Mrs. Roitfeld mais gosta de fazer: subverter. Conhecida por misturar o punk e o clássico em imagens como a bolsinha com alça de algemas num editorial fotografado por Mário Testino, ela, de cara, já chegou funk chic, de saia lápis, top e barriga de tanquinho de fora.

Onde fotografar? Com o céu azul, o cenário natural seria a piscina do Copa. Firme na subversão, propusemos fotografar no apartamento do hotel. E assim lá fomos nós entrar no quarto e na mala super grifada de Carine Roitfeld.

Cortinas fechadas, blusa Yves Saint Laurent, saia Alexander McQueen e sandálias de tiras finas altíssimas (ela não abre mão de um salto) Carine brincou com a câmera de vários estilos. À medida que posava, percebi quem estava na minha frente: a garota Gucci. Um estilo Sexy, chique que virou a cabeça da moda como acontece com toda boa criação de tendência e produto de moda.

Por essas e outras vale muito a pena estudar e aprender sobre cultura de moda. Vamos lá?