×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1493

Clara Nunes intro

Coleção não cai na obviedade

O estilista vai desfilar os elementos menos óbvios do estilo de Clara. "Não tenho branco, nem babado nem renda", afirma. "Vou mostrar estampa de por do sol, flores do campo, prints de tressé de palha e de sabiá, lembrando a famosa música tocada na morte de Clara, que faz agora 30 anos", conta Victor, que colocará na passarela 30 meninas e 10 meninos.

Croquis

Nas formas, muitos caftãs, saídas de praia e roupas pós praia. Nos pés, sandálias de salto anabela nas estampas da coleção, que colorem também os óculos feitos em parceria com a Clair Mont, empresa mineira de Montes Claros.  Já os rapazes vão de blazers desestruturados, calças do tipo pijama e linho tingido em um tie-dye azul.

Victor1

Aline Calixto como Clara

Fisicamente parecida e constantemente comparada a Clara, Aline é uma das que mal podem esperar para ver as criações da marca na passarela. Amigos há anos, a parceria dos dois mineiros vai além do pessoal: “O Victor assina vários dos meus figurinos de palco, então vai ser uma delícia cantar no desfile. É uma grande honra e responsabilidade interpretar as canções de Clara Nunes”.

Aline show

Não que ela não faça isso com certa frequência. Finalizando a turnê de seu cd Flor Morena e terminando a produção do próximo álbum – Aline Calixto ao vivo em BH – a cantora faz shows pontuais em homenagem à Clara, com algumas reinterpretações de suas canções.  A versão de Conto de Areia, por exemplo, ganhou novo arranjo e participação do rapper Emicida.

“Figurino de palco tem que acompanhar a movimentação”    

“Clara sempre foi uma referência musical para mim e acho que a maioria das cantoras brasileiras bebe na fonte dela. A comparação não me incomoda, pelo contrário. Mas acho que o que nos faz muito parecidas é a interpretação. Como ela, eu canto com o corpo inteiro, e não só com a voz”, esclarece Aline.

As interpretações são, de fato, viscerais. E é para acentuar ainda mais os movimentos de expressão corporal que a cantora dá atenção especial ao figurino dos shows. “Sempre priorizo roupas que caminhem comigo na movimentação pelo palco”, explica.

Clara

Mas ao contrário de Clara Nunes, que preferia peças mais volumosas, Aline dá mais atenção ao movimento e à leveza. “Em um dos shows em homenagem a ela, usei um bustiê, a barriga de fora, e uma calça bem ampla. Ao invés de usar pulseiras soltas, optei por um bracelete mais justo”. E é esta possibilidade de fazer uma releitura e dar novo significado a um ícone que a encanta tanto na moda.

O estilo feminino e despojado de Aline

Espectadora assídua das temporadas de moda, ela jura não se importar com as tendências na hora de se vestir no dia a dia. Superfeminina, não abre mão de macacões e vestidos de diversos comprimentos.

Aline

 

E o que esperar do desfile? “Ah, a coleção está maravilhosa e a apresentação em si tem um valor agregado enorme. É o mineiro Victor Dzenk dando a sua interpretação de Clara Nunes, uma das maiores cantoras do país. Imperdível!” Veja também no Ego!

Quem se encantar pelo universo da cantora, no dia seguinte poderá visitar também o Museu Têxtil Décio Mascarenhas que guarda até hoje alguns objetos de sua funcionária mais ilustre. Antes da fama, a tecelagem, na pequena cidade de Cedro, foi o primeiro emprego de Clara Nunes.  

 
amandas_heloisa_marra2.png