E agora? O que será do desfile-espetáculo?

Se existe algo que está mudando é a forma de mostrar uma coleção. Nesse momento de reset, o circo da moda, com pit de fotógrafos, uma multidão de convidados e uma primeira fila estrelada, foi desmontado. Novas maneiras de apresentar desafiam as marcas. Uma delas, bem original, foi o verão 2021 mostrado por Jeremy Scott na Moschino.

primeirafila

Sem impacto ambiental nem desperdício de tecido, o desfile foi todo feito com bonecos, incluindo uma à imagem e semelhança de Anna Wintour na primeira fila. Na minha série Mapas de Estilo das Décadas, vocês vão encontrar Moschino e toda a sua irreverência.

Na série também vou matar um pouco a saudade do desfile-espetáculo compartilhando com vocês vários que assisti. E não foram poucos. Um deles em especial, nunca mais esqueci: o de Martin Margiela em início de carreira, final dos anos 80, mostrando sua coleção num hospício desativado.

É hora de rever o que foi feito e de mudar. Por isso espero vocês no Telegram para conversar e fazermos juntos os exercícios inspiracionais que ajudarão a enriquecer esse novo caminho.