A flor, o tempo e a moda

Mignonne, allons voir si la rose/ Qui ce matin avait déclose/ Sa robe de pourpre au soleil,/ A point perdu, cette vêprée,.../ Las, voyez comme en peu d’espace/ Mignonne, elle a dessus la place/ Las, las, ses beautés laissé choir!/ O vraiment marâtre Nature./ Puisqu’une telle fleur ne dure/ 
Que du matin jusques au soir. (Menina, vem ver se a rosa/ Que de manhã floresceu/ Vestida de púrpura ao sol,/ Não perdeu o viço ainda.../ Vê quão depressa/ Fenecendo, a rosa cessa/ De ser bela e viçosa!/ Como a natureza é madrasta,/ Pois que tal flor jamais dura/ Do entardecer à manhã!)
Lembro sempre desses versos de Pierre de Ronsard quando penso em moda. São do século XVI e falam de flor, musa, inspiração e da passagem rápida do tempo.

foto1diorFalando de flores, elas são uma inspiração constante na moda. Nos anos 40, Dior revolucionou o sombrio pós-guerra com a silhueta da sua mulher flor no New Look.

foto2brincodeprincesaMuito além da rosa do Ronsard, a Fucsia, nome científico do Brinco de Princesa, parece miniatura de um vestido de alta costura com suas pétalas sobrepostas numa minúscula saia degradê.
foto3Balenciaga
Vivid fúcsia é uma das apostas para o verão 2022. Balenciaga coloriu seus casacos de alta costura com esse tom e Valentino também.

foto4valentinoJá falamos aqui de flores, inspiração e de musas, agora precisamos falar do tempo. A minha nova série Mapas de Estilo das Décadas dura 10 meses. Muitas pessoas interessadas nessa jornada têm me procurado preocupadas se 10 meses não são tempo demais. Só que são 100 anos de cultura de moda em 10 meses.

Vamos estudar uma década por mês em 3 textos-aulas ilustrados por mapas com as imagens de cada década, 1 aula prática inspiracional e 1 Memory Game pra ajudar você a lembrar de tudo.

Realmente o tempo passa rápido como avisa a poesia de Ronsard. E mais rápido ainda quando nos divertimos fazendo o que gostamos. Por isso, não perca essa oportunidade de aperfeiçoar sua cultura de moda e inscreva-se. Basta clicar aqui.